Bem-vindo(a) ao Versus Acne.
+ Responder o Tópico
Mostrando resultados 1 até 5 de 5
  1. #1

    Tratamento revolucionário para acne que consiste em transplante.. de fezes?

    É isso mesmo, existe uma técnica que poucas pessoas conhecem usada para tratar diversas doenças onde consiste em recolher as fezes de uma pessoa saudável e transferir para seu instestino.
    Para quem ja é adulto, já tentou Roacutan (que era para ser a última linha de defesa no tratamento da acne) e mesmo assim ainda sofre com as espinhas esse tratamento pode ser a última esperança.
    Na Europa e nos Estados Unidos por enquanto o FMT só é liberado para tratar a Colite pseudomembranosa causada pela bactéria C difficile, onde o FMT consegue a cura em 90% dos casos.
    Aqui no Brasil parece que um médico de São Paulo realiza o transplante, o Dr. Arnaldo José Ganc, mas não tenho muita informação.
    Na argentina existe a Newbery Clinic, onde o Dr Silvio Najt é responsável e parece ser o mais experiente no ramo, ele possui doadores fixos, saudáveis e que são examinados constantemente para coletar suas fezes. O tratamento não sai barato, fica algo em torno de 200 dólares por transplante.

    Algumas evidências informais:
    http://www.acne.org/messageboard/top...-acne-discuss/
    http://gastrosolutions.org/janes-story-acne-cure/
    http://www.fecalmicrobiotatransplant...sease-fmt.html

    FMT pode tratar desde casos como ansiedade, falta de claridade mental, depressão até condições mais graves como obesidade, esclerose múltipla e até autismo.

    A relação da diversidade bacteriana de nossos intestinos e sua relação com a nossa saúde pode ser o futuro da medicina.

  2. #2
    Cético aqui, pra dizer o mínimo.

    Primeiramente, o site que você indicou, apesar da extensão .org no final, pareceu-me mais um "click bait". Um site onde podem escrever de tudo e lucrar com a visita dos visitantes através do google adsenses e outras propagandas.

    Não me pareceu mais confiável que um simples blog qualquer. E achei igualmente amador a qualidade das informações e a forma como elas são abordadas.

    Eles pedem que você cadastre seu e-mail para ser notificado do lançamento de um e-book. Essa ideia de autores de internet sem qualquer qualificação fazerem um e-book contendo informações sobre tratamento de saúde, não é inédita, e podemos ver diversos exemplos. Parece ser um negócio e tanto. E quando as palavras e-book e acne vem acompanhada uma da outra, é dinheiro certo, haja vista a quantidade de milhões de desesperados com essa doença.

    Sobre o relato dessa suposta Jane contido no site (que pode muito bem ser uma invenção), achei bastante cômico. Especialmente no final (spoiler) quando ela diz para o filho que todas aquelas cápsulas que ele havia tomado eram o cocô da sua mãe. Cômico e traumático né.

    O site ilustra apenas esse único relato. Estatisticamente o relato de uma única pessoa anônima da Internet que supostamente encontrou a cura de uma doença com centenas de anos para os quais milhares de cientistas ja se debruçaram na tentativa de descobrir uma solução, é irrelevante.

    O próprio relato diz que o filho dela não percebeu nenhuma melhora depois de 1 mês, até que finalmente o problema se resolveu de forma súbita...

    O interessante é que ela própria não mantinha muito contato com seu filho, e tudo que ouviu foram relatos vagos sobre como estava a condição de pele dele. E depois o relato termina, sem nenhuma atualização do estado atual da pele do sujeito, que pode muito bem ter melhorado por razões diversas (isso se ele não foi simplesmente inventado).

    A informação de que antes do transplante ele teria tomado o remédio Acanya junto com um antibiótico oral só pode ser falsa, pois médico nenhum do mundo receitaria um produto tópico contendo antibiótico (Acanya = peroxido de benzoila + clindamicina) com um antibiótico oral.

    Em relação ao fórum acne.org. Já passei muito tempo explorando o site ao longo dos últimos anos, e posso dizer que já li relatos de diversas "curas" sendo comentadas no site, que nunca resistiram muito bem ao teste do tempo e nunca se difundiram satisfatoriamente como uma solução para nossos problemas.

    Se uma única dessas curas fossem realmente eficazes, no mínimo todo mundo do site neste momento já estaria seguindo esse mesmo tratamento, mas o fato de ainda existirem tantos debates e descobertas e teorias só significa que nenhuma das soluções apontadas se mostrou suficiente eficaz.

    Dito isso, devo lembrar que o próprio site sobre o transplante fecal alerta sobre efeitos colaterais graves com a realização desse procedimento, especialmente em pessoas imunocomprometidas e com síndrome do cólon irritável.

    De fato a ideia de tranplantar um bolo de bacterias de uma pessoas para a outra, adiciona não apenas as bacterias benéficas, como também aquelas patogênicas, que podem causar mais prejuízos do que benefícios.

    Não existe nenhum estudo sobre transplante fecal e tratamento da acne, e portanto, é difícl de considerar essa terapia animadora, sobretudo quando se considera possíveis riscos, custo do tratamento com um profissional qualificado e pouca ou nenhuma indicação de pacientes com acne tratados com essa tecnica por médicos e estudiosos pelo mundo.

  3. #3
    Trintão entendo sua preocupação relação a qualidade dos relatos e fico feliz que os leu antes de debater porém perceba que não dei tanta legitimidade assim a eles tanto que tive o cuidado de colocá-los como evidências informais vulgo evidências anedóticas, estatisticamente desprezíveis como comprovação para a ciência porém potencialmente úteis para novas descobertas. Pois quais achados científicos feitos com estatísticas reais vindas de estudos duplos cegos não foram nascidos primeiramente de poucos dados e de poucas fontes?
    Gosto também de ser um pouco cético e não me coloco como alguns adeptos da medicina holística/natural que acreditam que um chá de erva X cura o câncer e na conspiração que é mantido em segredo das indústrias farmacêuticas pois perderiam seus lucros.
    Não descartaria esse tratamento apenas porque ele não é difundido pelo mundo como eficaz ainda.
    A própria medicina considera nosso intestino o nosso segundo cérebro, sendo o lugar onde produzimos a maior parte de nossa serotonina. Várias de suas funções e efeitos no nosso corpo são ainda desconhecidas tamanha sua complexidade.
    Como disse acima o FMT já é liberado pela FDA como tratamento contra a bactéria C. difficile e está ainda em caráter de teste para novas doenças, ou seja não é um tratamento inócuo em pelo menos uma doença perigosa, já que o C. difficile pode se tornar uma doença crônica de tratamento delicado e onde o FMT tem 90% de eficácia. Considerando a complexidade envolvida na relação entre a flora intestinal única de várias pessoas diferentes, no fator "nojo", na triagem dos pacientes e na falta de incentivos, não é à toa que ainda existam poucas evidências.
    Penso que como algumas pessoas podem comer uma variedade de alimentos sem engordar, sofrer alergias e lesões na pele, talvez suas bençãos não sejam apenas genéticas e sim alguma parte de sua flora intestinal diferenciada já que ao longo da vida a flora de cada indivíduo passa por experiências únicas vindas de diferentes estilos de vida, dietas e antibióticos tomados.
    É fato que existe o risco de transmissão de bactérias indesejáveis, por isso médicos como o Dr Silvio Najt possuem doadores fixos que já fizeram diversas doações e que passam por exames periódicos para garantir que estão saudáveis e sem doenças perigosas que possam ser passadas ao receptor.
    Creio que nenhuma terapia considerada a última esperança possa ser realmente animadora, porém casos como o meu e de muitos outros onde não tiveram sucesso com nenhum tratamento tradicional, é uma possível alternativa e depende até o quão longe cada um está disposto a ir para recolher os possíveis benefícios.
    Talvez devo me contentar em nunca ficar 100% livre da acne mesmo, pois está difícil.
    Existe uma comunidade chamada The Power of Poop (thepowerofpoop.com/), eles possuem um grupo secreto no facebook e possui vários relatos dos efeitos do FMT na pele.

    Também já fucei o acne.org de cabo a rabo e testei algumas das sugestões dos membros de lá, uma que realmente deu certo foi a vitamina B5 e o ALCAR (Acetyl L Carnitine) porém tive uma perda enorme de cabelo, tomei um susto enorme e nunca mais tomei, mas na época deixou minha pele excelente. Tomo muito cuidado para não trocar um problema por outro, e nesse caso o cabelo achei mais importante. Mas quem é careca ou não se preocupa com o cabelo, esse tratamento do B5 + Alcar pode dar certo.

  4. #4
    Eu acredito na teoria de que a microbiota saudável do intestino pode impactar a saúde da nossa pele sim. Existem vários estudos mostrando a eficácia de certos lactobacilos no tratamento da acne. De cabeça lembro do acidophilos, bifidum, paracasei, reuteri e rhamnosus. Claro que para cada espécie tem uma certa cepa específica que foram usados nesses experimentos, tornando muito difícil na prática reproduzirmos esse tto com os produtos a venda aqui no país, especialmente levando-se em conta o alto custo de qualquer "pool" de lactobacilos vendidos nas farmácias, e o pouco conhecimento sobre o tempo e a dose necessários para alcançar um resultado evidente na pele, sem comprometer a saúde.

    Assim, considerando que o FMT já traria uma bomba de bactérias benéficas diretamente ao intestino, pode ser que venha a funcionar. Contudo, sou bastante reservado com as opiniões de sites e "doutores" que não conheço, que podem apenas estar se aproveitando de nossa ansiedade na luta contra essa doença para faturar um a mais. E quando digo doutores, refiro-me também aos profissionais de medicina, que nem sempre são as pessoas mais éticas do mundo, especialmente quando se trata de chupar do paciente todo o dinheiro que este tem para entregar um resultado insatisfatorio no tto da doença.

    Claro que o FMT mostrou resultados para certas doenças, mas extrapolar isso para o tto da acne com base apenas em historinhas e relatos aqui e ali, e, considerando o alto custo, alto risco e alto nível de nojo (lol) dessa terapia, me faz acreditar que ele mereça ser absolutamente a última possivel solução a ser tentada, e mesmo assim naquele momento de mais alto desespero, com pouca (embora alguma) expectativa de sucesso.

    Por fim, não acho que devemos acreditar em todos os relatos positivos que vemos por aí. Vemos relatos positivos de usuários que experimentaram "n" coisas para a pele. E isso pode ser verificado não apenas no acne.org, como em blogs e youtubers mundo afora. Faça uma pesquisa, e verás histórias e mais histórias sobre os benefícios do óleo de coco, "oil cleasing", urina, hemoterapia, homeopatia, banhos de sol, vitaminas e suplementos diversos e assim por diante.

    O fato é que a grande maioria das pessoas que contam esses relatos podem mesmo ter uma otima impressão inicial, daí acabam por escrever um comentário positivo, mas não voltam para se retratar quando o problema volta com força, para não parecerem bobas frente ao mundo.

    Da mesma forma, a vasta maioria das pessoas que tenta (sem sucesso) terapias alternativas que não deram certo, não vão a publico relatar sua má experiencia. Somente aquele percentual muito baixo de sortudos tem a motivação para vir expor o sucesso de tais tratamentos, e fazendo isso quase sempre por impulso de uma melhora inicial, como já escrevi, ou exagerando na narrativa dos fatos, para que fiquem mais emocionantes.

    Assim, deve-se ter muito, mas muito receio mesmo quando nos deparamos com experiencias como essa. Na minha opinião gostaria de ver ao menos uma pequena experiencia da medicina no tto desse problema de pele com o uso de FMT. Não exijo estudos aprofundados randomizados duplo cegos, mas ao menos um mínimo de pesquisa, que até onde sei não existe.

    Dito isso, deve-se questionar qualquer médico, ainda que especializado em transplante de cocô, quando ele afirme usar dessa mesma técnica para o tratamento de doenças para os quais o FMT tem pouca ou nenhuma comprovação científica. Salvo engano, existem resoluções federais que vedam o médico sair por aí promovendo tratamentos alternativos que não foram devidamente regularizados pelas autoridades competentes para o tratamento dessa ou daquela doença. E estou quase certo de que no Brasil, não há nada que autorize um médico dar cocô para seus pacientes que desejam restaurar a sua pele.
    Última edição por Trintão; 11-09-2016 às 01:13 PM.

  5. #5
    Que nojo isso! Me lembrou centopeia humana


 

Permissões de Mensagem

  • Você não pode postar novos tópicos
  • Você não pode postar respostas
  • Você não pode postar anexos
  • Você não pode editar seus posts